12 de fevereiro de 2014

RETORNO


No fim da tarde
o muleque da pedra ria
gargalhava de mim
ouvindo a espuma a teimar contra a rocha:

gosta - desgosta - gosta
gosta - incerta - gosta
gosta - na certa - gosta

De novo te queria aqui
mostrar-te minha ilíaca ilha
composta do que há por dentro,
mas parece que só em dezembro
na lua cheia d'alma

Lembrando o quanto gosto
de olhar nos teu olhos
e de quebra fitar a pinta
guiando pra boca.
                        19/11/04

Nenhum comentário: