9 de outubro de 2008

INSÔNIA ou O DIÁLOGO DOS PALITOS DE FÓSFOROS

auto-retrato {ligia protti}

-...

(pausa longa)

-Tá tudo bem?

- Ah sim, obrigada por perguntar..(uma longa inspiração) Tudo bem, sim, tive um dia cansativo e engraçado. De longe, parecia enxergar roseiras no campo.. (canta) "não mão direita tem uma roseira, autenticando eterna primavera.." sabe?! E agora crio um diálogo solitário. Ok, ok, chove lá fora..talvez seja por isso. É...seu silêncio...não pedi por isso. Acho que vou-me. Já basta. E o som da água tarda a passar. Isso me agrada, todos sabem....Rio. Rio e choro...Dia de esvaziar canais.

-Beijos

-Beijos

4 comentários:

D disse...

Você é muito mais bonita do que me lembrava, mas você parece tão triste ... é um tanto desolador.

Vou ser um pouco egoísta e te pedir para não destruir a imagem que tenho de você, sentada com as costas contra as grades em uma aula de educação física, de olhos fechados e o rosto virado para o Sol. Eu não sei porque guardei essa imagem, mas depois disso, lembro que te olhava como se olhasse para alguém que conhecia um algo que não sei.

p.s.: maldita madrugada de chuva.

Lígia Protti disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
D disse...

não sei com relação a imagem que tem de mim. Com certeza é muito diferente que tenho de mim mesmo na época. A primeira vez que morei em Vitória não foi um período particularmente bom. Encarei minha ida para Salvador como uma oportunidade de deixar 8 anos para trás e tentar de alguma forma renascer.

Costumava sentir pavor em sequer pensar em passar por Vitória em uma viagem. Entretanto, aqui estou. A vida é engraçada ... e por engraçada quero dizer no fundo um pouco cruel.

O passado é como uma sombra que se projeta sobre as pessoas. É apenas algo intangível. São apenas coisas que ficaram pra trás, mas que de alguma forma ainda mexem com nossas cabeças, turvam-nos os olhos para horizontes melhores.

dieymeskiller disse...

Triste...
Quera eu não ser digno de tais lagrimas, um dia...
Li, Fica bem!!!
Texto lindo!
Talvez por isso a preocupação...
Beijos!