20 de outubro de 2008

COME-MOREMOS

"eM ciMA do gUarDa-chUva TeM a cHuvA, que tEm goTAs tãO liNdAs Que aTé dá vOntAde dE cOmÊ-laS..."

7 comentários:

Anônimo disse...

em baixo o necessário, SeM a ChUVa e GOtaS LInDaS oU FEiAs, InDIgeSto,
´ ´ ´ ´ ´ ´
´ ´ ´ ´ ´ ´
´ ´ ´ ´ ´ ´
MaS as OuçO .´.´.´.´.´.´


aomnnio.

Lígia Protti disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lígia Protti disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lígia Protti disse...

isso não vale...não sei decifrar código morse...

D disse...

por que você mudou o título do seu blog?

D disse...

congrats ... acho que dentre os motivos existentes para se mudar, este é o melhor.

p.s.: discordo do argumento astrológico. Também sou do mesmo signo. Isso não diz nada sobre quem a pessoa é.

D disse...

Não quero defender a ciência, pois francamente quem o faz é um xarope
(o que não quer dizer que eu não o sou).

O que me incomoda é a noção do instante e o local em que nasci determinar quem eu sou. Acredito na imensidão que separa o céu da terra e já vi mais do que eu quero ou posso explicar e por esse motivo acho difícil aceitar o argumento.

Não quero ser reduzido a alguns planetas, a ocupação de algumas casas e signos, quadraturas, conjunturas e tudo mais. Assim como também não quero ser reduzido
à aminoácidos, moléculas, partículas, minha educação, meu estudo e meus pais.

Se você subtrair tudo isso, o que resta no final?

Seria fácil acreditar ou desacreditar na astrologia ou na ciência de formas irredutíveis.
Não saber é mais difícil.