16 de janeiro de 2007

CONTANHO

Pernas abertas
Cobertas de gotas correndo
Banho morno
Fogo
Queimando pelo banheiro e dentro de mim mesma




07/06/05

3 comentários:

Duda Bandit disse...

seus poemas me trazem coisas que gostaria de ouvir sem saber se alguem seria capaz de dizer...

valeu...

db

ps.: a minha Diana talvez tivesse isto no olhar, nunca nas palavras...

Rodrigo (Oldboy) disse...

Lindo teu poema, um prazer de tiro curto. Aliás, gostei muito de teus escritos, de verdade. Espero que mantenha este blog...

Rubens disse...

Já eu, estou com saudades de papear com você!
Cheia de surpresas e novidades.

E eu sou meio "brutus" para entender poesias.. Mas me esforço!

Fugiu pra mata de novo ?