18 de novembro de 2008

"é o astronauta da saudade com a boca toda vermelha...lágrimas negras, caem, saem, doem...."



ao meu amor dos olhos além linha do horizonte
boca rubra feito sangue
e corpo fervente

Um comentário:

Flavia Neves disse...

me vi aí. já estava com saudade de me ver em você!